Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Musicart

Imininente '19 - Dia 3

71515462_2560210494202942_2878344020713537536_o.jp

Ao terceiro dia de Iminente, os Dealema transformaram um dia cinzento e chuvoso num Bom Dia, Papillon esteve Impec e Sam The KidBeware Jack mostraram em palco a Classe Crua do projecto que os une, antes de darem lugar a Just Blaze.
A ilustrar o acontecimento, a arte urbana, com uma série de intervenções de qualidade - os bonitos trabalhos de Tamara Alves e Ana Aragão, os excelentes murais do Colectivo RUA e Thunder, além das vistosas luzes de Vhils ou de Pedrita no topo do edifício, são só alguns dos exemplos.

Ao longo das edições, a música tem ganho relevância, com um cartaz cada vez mais direccionado para o tipo de público. Este ano, Common (que se estreou em Portugal) foi um dos nomes maiores de uma lista repleta de artistas lusófonos, onde couberam experientes e emergentes.

O Iminente tem vincado a personalidade. Está cada vez mais urbano e a mudança para o Panorâmico foi, sem dúvida, um grande empurrão. Não dá para adivinhar por quanto tempo vai manter-se no Monsanto, mas este nosso "mini-Teufelsberg" é a cara do Festival.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.